Eduardo Araújo

Iniciou o estudo do violão em 1984 influenciado pela sua mãe. Desde a primeira lição que teve com a mãe, que nem sabia tocar o violão, nunca mais abandonou o que seria a atividade mais importante de sua vida.

 

Percebendo que muitas pessoas não aprendiam a tocar violão, pela falta de didática, de conhecimentos teóricos ou amadorismo de muitos professores da época, começa a lecionar aulas de violão em BH no ano de 1989, com uma metodologia de ensino que quebrava um tabu de que apenas pessoas com talento e aptidão musicais aprendiam a tocar violão.

 

Desde então vem trabalhando em metodologias e repertórios que proporcionam um aprendizado muito eficaz para qualquer pessoa que queira aprender a tocar violão, seja ela dotada de aptidões musicais ou não. Para tanto, utiliza ferramentas de técnicas e teorias musicais e sua grande experiência como professor há mais de 20 anos.

 

Em 1990 entrou para a Escola de Música do CEFAR (Palácio das Artes) onde estudou violoncelo e participou da Orquestra de Violões da Escola de Música da FCS (Fundação Clóvis Salgado). No mesmo ano entra para o Curso de Formação Musical do Conservatório Mineiro de Música onde estudou percepção musical e canto coral com a professora Eliane Fagioli e violão com os professores Maria Raquel Marcondes e José Lucena Vaz. Após concluir o Curso de Formação em 1994, entra para a faculdade de música no curso de Bacharel em violão pela Escola de Música da UFMG, tendo como professores José Lucena Vaz e Fernando Araújo.